História do Festival »
   
 

No ano de 2005, surgiu a idéia de promover um festival na cidade de Porto Alegre dedicado ao gênero fantástico (ficção científica, fantasia e horror). Este tipo de evento, até então era inédito no Brasil.

O grupo apresentou o projeto para duas instituições responsáveis por salas de cinema de Porto Alegre, que aceitaram realizar o festival em conjunto com o Clube de Cinema de Porto Alegre. O evento, naquela época, foi denominado "I Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre".

A cada ano, o evento cresce em importância e aumenta o interesse do público espectador em torno de sua programação dinâmica, atraindo uma grande atenção da mídia e provocando inserções em diversos veículos de comunicação, tais como jornais, revistas, rádio, tv e internet.

No primeiro ano, foram exibidos 15 filmes, em 6 dias, para um público de 800 espectadores. Em 2006, houve a incorporação da terceira sala de cinema e a realização de uma mostra competitiva de curtas e cursos. Nessa edição, foi feita uma homenagem especial ao mestre brasileiro, José Mojica Marins, o conhecido Zé do Caixão, com a apresentação de uma retrospectiva da obra do cineasta, tendo contado com a presença da filha do diretor – Liz Vamp –, que recebeu a homenagem representando o diretor, que trabalhava no seu mais novo filme, “Encarnação do Demônio”. Foram exibidos 20 longas e 12 curtas ao longo de 6 dias. O público foi de 1.500 espectadores.

No ano de 2007, o Festival passou a ter um nome mais atrativo: FANTASPOA. Realizamos a primeira mostra competitiva internacional de curtas de cinema fantástico no Brasil. A edição recebeu filmes de mais de 30 diferentes países. Foram exibidos 30 longas e 22 curtas em 10 dias nas três salas de cinema. O público foi de 2.800 espectadores, muitos vindos do interior do Rio Grande do Sul e de outros estados, organizados em caravanas.

            Em 2008, cresceu a dedicação dos organizadores e foi realizada em Porto Alegre a maior mostra competitiva de longa-metragens de um festival de gênero da América Latina. 42 filmes foram exibidos em competição. Um total de 300 filmes, entre longas e curtas ocuparam 6 salas de cinema da Capital ao longo de 15 dias.

               É válido ressaltar, ainda, que o FANTASPOA esteve presente, durante o ano de 2008, em outros festivais. A seleção Fantaspoa 2006/2007 foi exibida no ano de 2008 em quatro outros festivais: no Riofan (Rio de Janeiro), no Rojo Sangre (Argentina), no Macabro (México) e no Mise-en-Scene’s Short Film Festival (Coréia do Sul). Além de ter efetuado a captação de filmes em diversos países, através de seus representantes, em festivais de grande porte na Europa, como o 30º Festival Internacional de Curtas de Clermont-Ferrand, na França, o Fantasporto, em Portugal, e o Amsterdam Fantastic Film Festival, na Holanda.

            Em 2009, foram exibidos 200 filmes, sendo metade desses longa-metragens de diversos países, definindo o Fantaspoa como um dos principais festivais de gênero da América Latina. Recebemos a presença de dois diretores argentinos, Hernán Findling e Gustavo Mendoza e do cultuado diretor neo-zelandês, David Blyth. Ocorreu no festival um curso teórico ministrado pelo especialista Carlos Primati e cursos práticos, envolvendo as etapas de Roteiro (ministrado por Fernando Mantelli) e Produção e Direção (ministrado em dupla por Blyth e Findling), que resultaram na realização de 3 diferentes curtas.
Em 2010, a diferenciação em comparação com os anos anteriores do festival se dá em termos de sua programação, que terá um maior número de países representados, e da realização de uma série de sessões comentadas com convidados internacionais, tornando o festival ainda mais cosmopolita.

 
 
 
  Filmes de A-Z      
  Selecione por sala
     
 
Sala PF Gastal Santander Cultural
Cine Bancários
 
  .hack//G.U. Trilogy
8th Wonderland
A Aposta
A Casa do Demônio
A Centopéia Humana
A Crise Carnívora
A Morte de Alice Blue
A Porta
Alien - O Monstro Assassino
Amargo
Armazenagem a frio
As Aventuras do Incrível Hércules
Beleza Sangrenta: As mulheres do Terror
Black
Cólera
Curtas – Animação Internacional – 1
Curtas – Animação Internacional – 2
Curtas – Animação Nacional
Curtas – Live-Action Internacional – 1
Curtas – Live-Action Internacional – 2
Curtas – Live-Action Nacional
Dario Argento: O Meu Cinema (Partes 1 e 2)
Entrei em Pânico ao Saber o que Vocês Fizeram na Sexta-feira 13 do Verão Passado [Recut]
Escuridão
Eu sou Outro
Eu Vendo os Mortos
Eureka 7
É Preciso Amar a Morte
Filhos da Formatação
From Inside
Glenn, O Robô Voador
Hércules
ICE
Ink
Kandisha
Macabro
Mamãe & Papai
Massacre esta Noite
Matador Implacável
Monster Camp
O Assassino de Montmartre
O Cavaleiro
O Diário de um Ladrão da Times Square
O Garoto Macaco
O Gato Negro
O Jovem Tataravô
O Legado Valdemar
O Mistério do Vulcão
O Traficante de Sono
O Túnel do Submundo
O Túnel Sobre o Mundo
O Vizinho
Os Cisnes Feios
Os Santos Sujos
Paganini Horror
Pesadelos em Vermelho, Branco e Azul
Popatopolis
Quatro Moscas Sobre Veludo Cinza
Recortadas
Salmo 21
Samurai Princess
Sessão Surpresa 1
Sessão Surpresa 2
Sessão Surpresa 3
SOS! Tokyo Metro Explorers: The Next
Starcrash
Stingray Sam
Strigoi
Tales of Vesperia: The first strike
Testemunha Ocular
The Uh-Oh Show
Timer
Tucker & Dale Enfrentam o Mal
Turno da Noite
Uma Morte Necessária
Uma Noite na Cidade
Vampire Girl Vs. Frankenstein Girl
Vida e Morte de uma Gangue Pornô
Zombiemania
Zona dos Mortos
 
 
Enviar Email